Minuto Mercado

Minuto Mercado

20/5/2021

Acesso ao Blog

APESAR DA BOA NOTÍCIA ELETROBRAS, EXTERIOR PODE INFLUENCIAR, ENQUANTO ESPERA LEILÕES DO TESOURO DOS EUA E DO BRASIL

DÓLAR ABRE A R$ 5.3109. Hoje deve ser mais um dia com tendência de baixa, após Fed indicar que a questão da retirada dos estímulos será colocada em pauta nas próximas reuniões de política monetária. Por esse motivo, o investidor vai focar ainda mais no leilão que o Tesouro americano realiza hoje. Além do discurso de Robert Kaplan, do Fed de Dallas, e pedidos semanais de auxílio-desemprego. No Brasil, o holofote é para arrecadação de abril, simultaneamente os investidores consideram a aprovação inicial da MP da privatização da Eletrobras.

Os investidores foram pegos de surpresa pela informação de que o Fed pode iniciar em breve o debate sobre a retirada de estímulos (QE), o dólar chegou a testar os R$ 5,32, antecipando menor fluxo aos mercados emergentes. Fazia quase uma semana que a moeda americana não fechava acima de R$ 5,30. Terminou cotada a R$ 5,3158, em alta de 1,17%, depois de bater no pico de R$ 5,3253. No câmbio futuro, o contrato para junho subiu 0,9%, a R$ 5,3150. O real teve o pior desempenho entre as divisas mundiais, porque, apesar de a perspectiva de menor liquidez afetar todos os emergentes, o Brasil sai em particular desvantagem pela fragilidade fiscal e instabilidade política.

A aprovação da Medida Provisória para privatização da Eletrobras renova expectativas em relação à agenda reformista do governo e pode trazer alívio para os ativos locais, mesmo com a queda do petróleo no exterior e tom negativo dos índices futuros de Nova York. Paulo Guedes comemorou a aprovação, mas o texto desagradou parlamentares liberais. Isso também pode impedir a alta dos papéis hoje na B3. Além disso, o leilão do Tesouro Nacional será acompanhado pelo mercado futuro de juros, que ontem fechou a sessão estendida com viés de baixa, enquanto o dólar futuro subiu.

Eduardo Pazuello, ex-ministro da Saúde, retorna hoje ao depoimento da CPI da Covid, após ontem ter passado mal e a sessão ser suspensa. A performance de Pazuello foi celebrado pelo Governo e os governistas. Enquanto a operação da PF que mira o ministro Ricardo Salles também está no foco.

ícone da bandeira do Brasil.

O real teve o pior desempenho entre as divisas mundiais pela fragilidade fiscal e instabilidade política.

ícone da bandeira do Estados Unidos

Hoje deve ser mais um dia de baixa, após Fed indicar que a questão da retirada dos estímulos será colocada em pauta nas próximas reuniões de política monetária.

ícone do Brasil

A aprovação da Medida Provisória para privatização da Eletrobras renova expectativas em relação à agenda reformista do governo.

Ligue agora e fale com os nossos especialistas:

Soluções completas em câmbio para você e para sua empresa.

Transferências Internacionais

Transferências Internacionais

Soluções completas em remessas internacionais para você e para sua empresa. Faça transferências internacionais com segurança e velocidade.

Saiba mais
Soluções em câmbio

Soluções em câmbio

Você pode contar com assessoria e serviços para soluções em câmbio e todo o seu processo de Comércio Exterior.

Saiba mais
Turismo

Turismo

Moeda em espécie e cartão pré-pago internacional. Em um único lugar você encontra soluções completas para a sua viagem.

Saiba mais