Minuto Mercado

Minuto Mercado

03/5/2021

Acesso ao Blog

Maio inicia com foco na CPI da Covid, Copom, BoE, payroll e balanços.

DÓLAR ABRE A R$ 5.4180. Mês de maio inicia com agenda cheia de definições, decisão de política monetária do Copom e do Banco Central da Inglaterra (BoE), dados de emprego dos Estados Unidos e o payroll. Em ênfase, por aqui, nesta semana fica o início dos depoimentos na CPI da Covid e balanços importantes para serem divulgados como Itaú Unibanco, Bradesco, Banco do Brasil, Braskem, Copel e Ambev. E nos EUA tem discurso do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, programada para hoje.

As bolsas internacionais dão sinais positivos, mas na Europa com limites, após o índice de gerentes de compras (PMI) industrial da zona do euro ter aumentado para o maior índice de 62,9 em abril. O petróleo apresenta volatilidade e voltou a operar em queda, e os juros dos Treasuries estão perto da estabilidade. Durante o dia de hoje, o mercado vai ficar de olho no PMI industrial dos EUA, comentários de Powell e outros dirigentes do Federal Reserve.

Os juros dos Treasuries mais estáveis não devem adicionar pressão à curva de juros, enquanto o avanço dos futuros das bolsas em Nova York pode ajudar o Ibovespa e o dólar com sinais mistos lá fora. Aqui, aguarda o anúncio da SELIC que deve ser de alta de 75 pontos-base da Selic, subindo para 3,50%, além do investidor acompanhar o andamento da CPI da Covid. Esta semana devem dar depoimentos os ex-ministros da Saúde Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich. O atual ministro, Marcelo Queiroga, e o presidente da Anvisa, Antonio Barra Torres.

Paulo Guedes, à frente do ministro da Economia, afirmou que o apoio de Bolsonoro à agenda liberal caiu em vista do início do governo. Segundo Guedes, o apoio hoje é de 65%, mas já foi  de 99%. Ele garantiu ainda que permanecerá no cargo, não pensa em desistir. O ministro Kassio Nunes Marques, do Supremo Tribunal Federal (STF), disse que o descontentamento com Bolsonaro deve ser solucionado nas urnas e não com impeachment.

ícone da bandeira do Brasil.

No aguardo do anúncio da SELIC que deve ser de alta de 75 pontos-base da Selic, subindo para 3,50%.

ícone da bandeira do Estados Unidos

Mercado de olho no PMI industrial dos EUA, comentários de Powell e outros dirigentes do Federal Reserve.

ícone da inglaterra

Semana de decisão do Copom e do Banco Central da Inglaterra (BoE)

Ligue agora e fale com os nossos especialistas:

Soluções completas em câmbio para você e para sua empresa.

Transferências Internacionais

Transferências Internacionais

Soluções completas em remessas internacionais para você e para sua empresa. Faça transferências internacionais com segurança e velocidade.

Saiba mais
Soluções em câmbio

Soluções em câmbio

Você pode contar com assessoria e serviços para soluções em câmbio e todo o seu processo de Comércio Exterior.

Saiba mais
Turismo

Turismo

Moeda em espécie e cartão pré-pago internacional. Em um único lugar você encontra soluções completas para a sua viagem.

Saiba mais