Minuto Mercado

CAMPOS NETO EM SEMANA DE PAYROLL

DÓLAR ABRE A R$ 4.9336. Na sexta-feira tem relatório de emprego dos Estados Unidos de junho, o payroll. Hoje o Roberto Campos Neto, presidente do Banco Central, participa de evento, e nesta semana também é aguardado o IGP-M, a balança comercial de junho, indicadores do Setor Público Consolidado e do Caged de maio. Também será divulgada a taxa extra da bandeira vermelha nível dois pela Aneel e o governo realiza o primeiro leilão de transmissão do ano. Lá fora, espera-se pelo discurso de dirigentes do FED, da economista chefe do Banco da Inglaterra e do vice-presidente do BCE, além de PMIs e CPI na zona do euro e norte-americana.

Os futuros de Nova York estão híbridos diante da baixa dos juros dos Treasuries e do dólar antes principais moedas. As bolsas europeias também têm queda, esperando pelos discursos de autoridades do BoE, Banco Central Europeu, e Federal Reserve. No exterior, são aguardados a votação do pacote de infraestrutura do governo Biden e o relatório de emprego dos EUA, e o “payroll”, acompanhado das informações sobre o crescimento da inflação e o início da retirada de estímulos nos EUA. Na Ásia, as bolsas fecharam em queda mesmo sem ter saído ainda a informação sobre os índices de atividades (PMIs) manufatureira da China e do Japão.

A baixa dos mercados de ações internacionais deve influenciar na Bolsa brasileira. Os juros futuros e o câmbio aguardam pelo Roberto Campos, presidente do Banco Central. Tudo isto porque semana passada ele afirmou que vai tentar conter a inflação de toda a maneira, porque a estabilidade do crescimento da economia depende deste controle. Apesar das incertezas o avanço da imunização pode fazer a recuperação econômica acelerar. No câmbio, com o exterior favorável, o dólar chegou na mínima de R$ 4,8937, patamar em que acabou encontrando resistência para ampliar a queda. À tarde, o dólar operou ainda mais pressionado pelos desestímulos aos investimentos pretendidos pela reforma tributária e pelos possíveis desdobramentos políticos ao Planalto do depoimento dos irmãos Miranda à CPI. Desconfortável com os incômodos, a moeda americana subiu 0,67%, para R$ 4,9377, mas ainda acumulou baixa de 2,58% na semana por conta do fluxo positivo. No câmbio futuro, o dólar para julho avançou 0,39%, a R$ 4,9360.

Randolfe Rodrigues (Rede-AP), vice-presidente da comissão da CPI do Covid, apresentará, nesta segunda-feira, à Procuradoria-Geral da República (PGR) uma representação contra o presidente Jair Bolsonaro, por crime de prevaricação após depoimento do deputado Luis Miranda (DEM-DF) na CPI da Covid.

 

Soluções completas em câmbio para você e para sua empresa.

Transferências Internacionais

Transferências Internacionais

Soluções completas em remessas internacionais para você e para sua empresa. Faça transferências internacionais com segurança e velocidade.

Saiba mais
Soluções em câmbio

Soluções em câmbio

Você pode contar com assessoria e serviços para soluções em câmbio e todo o seu processo de Comércio Exterior.

Saiba mais
Turismo

Turismo

Moeda em espécie e cartão pré-pago internacional. Em um único lugar você encontra soluções completas para a sua viagem.

Saiba mais