Minuto Mercado

PMIS INDUSTRIAL REFLETEM POSITIVAMENTE NO MERCADO EXTERNO

Dólar abre a R$ 5.2022.
No Brasil estão no foco: os dados da balança comercial, o PIB do primeiro trimestre no Brasil e Paulo Guedes, ministro da economia, após ruídos sobre a reforma administrativa. No mercado externo aguardam pelas declarações de dirigentes do FED, Banco Central Americano, e pelos dados da PMIs industrial dos Estados Unidos e global.


O dólar recua ante principais moedas e grande parte são as emergentes devido a commodities. O mercado está um pouco mais animado com os novos sinais trazidos por dados de manufatura, e discursos da autoridade monetária sobre inflação e mercado de trabalho. Na Europa, as bolsas se beneficiam dos fortes PMIs industrial da zona do euro e Alemanha. Hoje, o petróleo espera conclusão da reunião ministerial da Opep+ para discutir seus níveis de produção.

A Bolsa de Valores pode ser influenciada positivamente com o clima positivo externo e a alta de commodities. O Ibovespa termina o mês de maio com recorde histórico, no patamar de 126 mil pontos e ganho mensal acumulado de 6,16%. Bom sinal, pois esse avanço reflete as expectativas estão positivas para atividade econômica brasileira, ampliação da vacinação e quadro fiscal controlado. Bento Albuquerque, ministro de Minas e Energia, disse que o País conseguirá enfrentar a crise hidrológica com o aumento das tarifas de energia elétrica para os consumidores, que passa a partir de hoje ser a bandeira tarifária vermelha, a mais cara. No câmbio, o saldo da balança comercial apresentará o intervalo de US$ 8,800 bi a US$ 10,153 bi e, mesmo no piso das apostas, já será superior ao saldo de US$ 6,837 bilhões de maio do ano passado. Em abril/21, o superávit de R$ 10,349 bilhões foi o maior da história. A força das exportações tem entrado na conta do alívio do dólar, que já opera próximo de R$ 5,20. O dólar terminou maio com queda acumulada de 3,81%, a maior baixa mensal desde novembro do ano passado e o segundo mês consecutivo de perdas. A melhora recente da percepção de risco em relação ao Brasil explica o alívio.

Ontem Paulo Guedes voltou atrás e ligou para o presidente do Senado para dizer que Jair Bolsonaro apoia sim as mudanças da reforma administrativa. Randolfe Rodrigues (Rede-AP), vice-presidente da Comissão da Covid-19, disse que pelos depoimentos e provas obtidas pelas declarações houve sim, recusa do governo na compra de vacinas contra o novo coronavírus. 

 

Soluções completas em câmbio para você e para sua empresa.

Transferências Internacionais

Transferências Internacionais

Soluções completas em remessas internacionais para você e para sua empresa. Faça transferências internacionais com segurança e velocidade.

Saiba mais
Soluções em câmbio

Soluções em câmbio

Você pode contar com assessoria e serviços para soluções em câmbio e todo o seu processo de Comércio Exterior.

Saiba mais
Turismo

Turismo

Moeda em espécie e cartão pré-pago internacional. Em um único lugar você encontra soluções completas para a sua viagem.

Saiba mais